Cabo Horn

CONQUISTA DO EXTREMO SUL PELO MISTRALIS

DESAFIO MISTRALIS – CABO HORN

Depois de participarmos de mais uma REFENO (8 vezes), seguiremos direto para o Rio de Janeiro, onde faremos uma breve parada de reabastecimento, reparos (caso se faça necessário), matar a saudades da família e seguir em direção
a mais um destemido e lindo projeto – A CONQUISTA DO EXTREMO SUL PELO MISTRALIS!

Serão diversas travessias com a oportunidade de participação daqueles que realmente queiram vivenciar as duras realidades dos mares do SUL (ondas grandes, frio, ventos tão fortes quanto de um furacão, cenários
realmente indescritíveis e muito mais!).

Realizaremos as seguintes travessias:

Faça parte dessa CONQUISTA e venha velejar com segurança, adrenalina e muitas emoções, além de grandes descobertas e fortes velejadas!


DESCRIÇÃO:

Cabo Horn é o pedaço de terra mais mais meridional da América do Sul. Encontra-se situado na Isla de los Hornos, no arquipélago da Tierra del Fuego e pertence ao Chile.

Tem sua fama de “cemitério de embarcações”, principalmente devido as embarcações que naufragaram tentando cruzar os oceanos Pacífico e Atlântico. O que estamos oferecendo é bem diferente dessa antiga realidade, pois zarparemos apenas com condições favoráveis a navegação e a travessia mais longa que realizaremos será de menos de 20 milhas nãuticas, na pior das condições 6 horas de navegação e sempre com terra ao visual. Queremos fazer uma viagem que seja ao mesmo tempo emocionante, mas segura e prazerosa!

Se continuarmos seguindo para o Sul só encontraremos terra na Antártica, mas isso somente depois de velejarmos pouco mais de 600 milhas náuticas (cerca de 7 dias com mares revoltos e nada amigáveis). Teremos que enfrentar o Estreito de Drake, passarmos por diversos icebergs e muitas tempestades. Mas quando chegamos a Antártica…ah…a imensidão branca se mostra, o coração dispara e esquecemos a fúria dos ventos a nossa popa!

A passagem pelo Cabo Horn tem um significado mítico para todos os verdadeiros velejadores, para aqueles que amam o mar, que gostam de desafios e querem alcançar o maior mérito que podem alcançar. A conquista do Horn é um marco na vida de qualquer velejador.

Muitos dizem que o Cabo Horn está para o velejador assim como o Everest para o alpinista, mas para o comandante do Mistralis é a realização de um sonho, a busca de lugares inóspitos e que podemos até mesmo considerar como desconhecidos, insólitos e de uma beleza insuperável.

A variação de cores, as mudanças repentinas do tempo, a beleza das geleiras, o barulho assustador de uma geleira descongelando e caindo blocos com dezenas de toneladas na água, os animais marinhos; esses e muitos outros são os motivos que levam nosso comandante a ir em busca do Horn.


 Citações de pessoas que venceram o Horn.

“É a ultima palavra no léxico dos velejadores. Ali a natureza dispôs provas e tribulações tão engenhosamente que, na linha de frente de todos os sinônimos da crueldade e da dureza do mar, encontra-se o nome do Cabo Horn. Os ventos de outras partes podem soprar com tanta força quanto ao sul 50 graus. Os mares de outras partes às vezes podem subir tão alto e quebrar com mesma violência. Podem existir lugares igualmente remotos e tão desoladamente solitários. As correntes de outras regiões podem ser igualmente adversas. Esses inimigos o marinheiro pode encontrar separadamente ou em pares aqui e ali, sim, encontrar e vencer, mas, no seu coração, ele se perguntará se poderia enfrentá-los todos combinados” Warwick C. Tomkins.

“Quão cheio de significado e ameaça é o som destas duas palavras: Cabo Horn! Que vasto e terrível cemitério de navegantes jaz sob aquele mar em eterna agitação! Existe algum marinheiro vivo que não teria feito a travessia do Horn em seu próprio barquinho em vez de qualquer outra viagem no mundo?” Vito Dumas.


Descrição:

O primeiro dia de embarque será realizado no Micalvi, um antigo navio da Marinha Chilena, atualmente utilizado como iate clube. Que comporta os mais bravos veleiros do Sul. Lá ministraremos aulas de segurança básica, mostraremos todos os detalhes do veleiro, que já terão sido passados online em formato de fotos e vídeos para todos os tripulantes e tiraremos todas as eventuais dúvidas. 


Travessia:

Puerto Williams – Puerto Toro – Isla Wollaston – Isla Hermite – Isla Hornos – Puerto Williams

Recomendamos que todos cheguem a Puerto Williams uns 2 ou 3 dias de antecedência e curtam e relaxem no local que tem diversas opções.

Após uma minuciosa análise da previsão do tempo zarparemos de Puerto Williams e iremos nos despedir da “segurança” de terra firme indo em direção a Puerto Toro, caso o prognóstico esteja muito favorável, seguiremos diretamente para o primeiro fundeio em Wollaston.

Faremos um verdadeiro “passeio” pelo Cabo Horn!


Data: Favor verificar nosso cronograma.

Valor: US$ 3.000


Inclui:

  • alimentação e pernoite a bordo
  • roupa de cama (lençol e travesseiro)
  • muito aprendizado (caso a pessoa esteja interessada em aprender a velejar e realizar travessias)
  • fortes emoções, com segurança

Não está incluído:

  • roupas de tempo / conjunto impermeável (bota, jardineira, jaqueta, luvas, gorros, etc).
  • equipamento de escalada e/ou acampamento
  • bicicleta nocaso de irmos pedalar
  • alimentação fora da embarcação

Ver a lista completa de equipamentos, sugestões, formulário, apostilas, checklist e muito mais em nossa página criada especialmente para nossos tripulantes